E na escola, não pode usar o véu?


Hey, Salam Aleikum!

Tenho boas novas! rsrsrs Minha mãe já aceitou o fato de eu ser muçulmana, apesar de não gostar muito, e até disse que ia comprar um véu bem bonito para mim! =D

Sabe, pra mim isso é algo muito importante, eu e minha mãe temos uma ótima relação, somos muito carinhosas mesmo uma com a outra, somos completamente malucas uma pela outra!! rsrsrs
Por isso, qualquer coisa que eu faça que não a agrada é muito difícil para mim, eu nunca fiz algo que não fosse de sua vontade e sempre a escuto.
Então o fato dela estar aceitando minha opção me faz muito feliz, ela entendeu que é esse o meu caminho, e é o que me faz bem. Hamdulillah (Graças a Deus).

O próximo passo é o meu pai, que é algo que me deixa um tanto quanto aflita, pois não tenho com ele uma relação tão boa quanto eu tenho com minha mãe. Meus pais são divorciados e ele já tem outra família, além de morar em outra cidade, o que acaba nos distanciando mais. Não que eu tenha uma relação ruim com ele, não é isso, apenas não temos uma relação muito próxima um do outro, pelo fato de desde quando eu nasci ele já morava em outra cidade.
Eu me lembro de uma vez quando eu comecei a freqüentar a igreja Batista (Eu era católica na época) ele não gostou nada nada, aliás não admitiu, e fez um discurso de uma hora dizendo o porquê eu não poderia deixar de ser católica e enquanto eu fosse de menor e ele cuidasse de mim eu não poderia mudar de religião.

Pois é, ele nem sonha que eu sou muçulmana, e eu acho até melhor assim, sabe. Eu sei que ele não vai apoiar minha decisão e vai querer que eu deixe o Islam, mas eu não vou fazer isso nunca. Dessa forma eu não estarei desobedecendo o meu pai e continuarei meu caminho no islam, mas no momento certo, sem sombra de dúvidas vou lhe contar tudo o que se passa e inshallah ele se converte também, eu só tenho que esperar o momento certo.

Pois bem, voltando o que eu estava falando no inicio do post, minha mãe permitiu que eu usasse o hijab =D
Daí hoje quando eu cheguei na escola fui falar com o meu coordenador a respeito disso, eu disse a ele que eu estava com a pretensão de vestir o véu muçulmano na escola. Ele perguntou o porque disso, eu disse que era por que eu era muçulmana. Ele olhou pra mim de cima a baixo e perguntou: E pra que isso? Você TEM que usar esse véu?? Eu disse que tinha, porque eu era muçulmana e eu iria começar a usar o véu então tinha que usar na escola também e isso faz parte da religião (eu não escrevi a mesma coisa duas vezes não, foi ele que me fez repetir na hora =P). Ele disse que eu não poderia ir de véu pra escola não, por que o véu era um adorno, do mesmo jeito que um boné, um chapéu ou uma bandana. Eu expliquei que eu não iria usá-lo como um adorno mas sim sendo algo como parte da minha religião. Ele disse que não, que isso era um adorno, e nas regras da escola não se pode usar adornos, e pra que eu tinha que usar esse véu?!!
Bem, enfim, ele disse que ia levar o caso á direção do colégio e ia vê se eles iam permitir....

Eu acho que eles vão aceitar sim, porque seria discriminação se eu não pudesse praticar minha religião. Minha escola nem religiosa é, num tem razão pra eles não deixarem.
Também a reação do meu coordenador me espantou, ele parecia ser um homem bem esclarecido, sem contar que lá na minha escola tem uns garotinhos judeus que usam aquele chapeuzinho na cabeça (Desculpem- me pela ignorância, eu não sei como isso se chama), então judeu pode usar aquilo que não é adorno mas quando um muçulmano quer usar o véu, obrigatório na religião, não pode??

Bem, eu só espero que dê tudo certo, e que Deus me dê muita força diante de todas as dificuldades que eu possa enfrentar...

O resto são cenas para o próximo capitulo!!

Paraíso segundo o Islam

Oi gente, Salam Aleikum! ;D

Bom, depois de algum tempinho sem postar, devido a correria do estudo, hoje vou falar um pouco do paraíso segundo o islam. :)


Então, por mais que alguém fale sobre o paraíso tentando descrevê-lo, jamais saberemos como ele é até entrarmos lá. É algo que vai muito além do que a mente humana pode imaginar. O paraíso é um lugar onde todas as bênçãos foram criadas perfeitamente e onde será oferecido às pessoas tudo o que suas almas e corações desejarem. As pessoas estarão muito longe de querer algo ou precisar, de terem ansiedade ou tristeza, pesar ou dor.


O paraíso não é apenas um estado espiritual, mas também é um lugar, é a nossa morada eterna, onde estaremos satisfeitos espiritualmente e fisicamente.


“Quem quer que entre no Paraíso é abençoado com uma vida de alegria; ele nunca se sentirá miserável, suas roupas nunca se corroerão, e sua juventude nunca desaparecerá. As pessoas ouvirão um chamado divino: ‘Eu concedo que seja saudável e nunca fique doente, viverá e nunca morrerá, será jovem e nunca envelhecerá, será alegre e nunca se sentirá miserável. ’” (Saheeh Muslim)


O Profeta Muhammad (Que a paz esteja com ele) nos disse que o mais baixo em posição entre os habitantes do Paraíso terá dez vezes o equivalente a esse mundo e ele ou ela terá o que ele ou ela desejar e dez vezes isso. O Profeta Muhammad (que a paz esteja com ele) também disse: "Um espaço no Paraíso equivalente ao tamanho de um pé seria melhor do que o mundo e tudo que ele contém." Ele também disse: ''No Paraíso existem coisas que nenhum olho jamais viu, nenhum ouvido jamais ouviu, e nenhuma mente humana foi capaz de imaginar. '' Ele também disse: '"O homem mais miserável no mundo entre aqueles destinados ao Paraíso será imerso uma vez no Paraíso. Então ele será perguntado, 'Filho de Adão, alguma vez você passou por miséria? Alguma vez enfrentou qualquer dificuldade? ' Então ele dirá, 'Não, por Deus, Ó Senhor! Eu nunca passei por qualquer miséria, e nunca enfrentei qualquer dificuldade.


E uma das maiores alegrias do paraíso é que lá poderemos ver Deus!! =D

"O Dia da Ressurreição é o primeiro dia que qualquer olho verá a Deus, o Todo-Poderoso e Exaltado.”


Ao descrever os eventos do Dia da Ressurreição, Deus afirma no Alcorão:


"Naquele dia, alguns rostos serão brilhantes, olhando para o Senhor." (Alcorão 75:22-23)


Ver a Deus será um favor que é adicional ao Paraíso sobre as pessoas que lá morarão. A alegria de ver Deus para um crente será maior do que todas as alegrias do Paraíso combinados. Os descrentes, por outro lado, serão privados de ver Deus, e esta punição será maior para eles do que toda a dor e o sofrimento do Inferno juntos.

Selinho: Esse blog é nota 1000!


Oi Gente, Salam Aleikum!!


Hoje eu recebi um selinho do Reflexões de Bordeline!
E segundo as regras, devo indicar alguns Blogs e responder a algumas perguntas.

As perguntas são as seguintes:

a) Nome: Aisha Viana
b) Uma música: Eu escuto nasheeds. Não são musicas mas cantos islamicos. Aqui você pode encontrar alguns que escuto.
c) Um filme: Quem quer ser um milionário
d) Cor preferida: haha Gosto de todas as cores, sou ''multicolor'' , mas posso destacar a cor rosa *-*
f) O que você mais gostou no selinho? Ahh Esse foi o primeiro selinho do Blog! xD

Minhas indicações ao selinho "Esse Blog é nota 1000" =D são :

Em que muçulmanos acreditam?


Oi gente! Salam Aleikum :)


No post de hoje vou falar um pouquinho dos Pilares da Fé No Islam, ou seja, são as crenças básicas que os muçulmanos devem ter. Quem nega algum desses pilares pode não ser considerado muçulmano.
Eles são :

  • - Fé em Deus Único;
  • - Fé nos Anjos;
  • - Fé nos Livros Sagrados;
  • - Fé nos Profetas;
  • - Fé na Predestinação;
  • - Fé no dia do Juízo Final.
Fé em Deus único : Bem, esse é o mais importante de todos, que é a crença na unicidade de Deus. Não existe nenhum deus merecedor de adoração, exceto Deus. Ele é Supremo e Eterno, Infinito e Poderoso, Clemente e Misericordioso, Criador e Sustentador. Deus é o Criador, o Sustentador e o Soberano de tudo o que se refere à criação, bem como o Único que decide seu destino, Deus é o Único a ser adorado, e tudo o que se adora além d'Ele, é falso. a Deus pertencem todos os nomes e atributos da perfeição, por isso devemos nos submeter totalmente a Ele.
Dize: Ele é Allah, o Único! Allah! O Absoluto! Jamais gerou ou foi gerado! E nada é comparável a Ele!" (sura 112)

Fé nos anjos: A crença nos anjos é fruto da crença em Deus. Os anjos são criaturas que executam as ordens de Deus. são feitos de luz, possuem mãos, pés, asas; eles não se cansam, não agridem, possuem poderes e podem assumir a forma humana; eles nunca desobedecem a Deus e são criaturas extremamente virtuosos; possuem ocupações, e somente Deus sabe quantos existem.
Os anjos foram criados por Deus, O adoram e O obedecem. Deus os encarregou com diferentes tarefas, como por exemplo: Jibraïl(Gabriel) que é responsável por levar as mensagens de Deus aos profetas.

Fé nos livros sagrados: Deus revelou os Livros aos seus Profetas antes de Muhammad (que a Paz e a Bênção de Deus estejam sobre ele), e estes Livros foram enviados para a Terra do mesmo modo que Ele enviou o Alcorão à Muhammad (que a Paz e a Bênção de Deus estejam sobre ele). Dentre estas encontramos o Torá de Moisés, os Salmos de Davi e o Evangelho de Jesus. O último desses Livros é o Alcorão, que, ao contrário dos outros, permanece inalterado, ou seja, continua da mesma forma em que foi revelado ao Profeta Muhammad(que a Paz e a Bênção de Deus estejam sobre ele).

Fé nos profetas: Ele acredita em todos os Profetas de Deus sem distinção alguma entre eles. Sagrado Alcorão menciona 25 nomes de tais mensageiros, Adão, Enoc, Noé, Heber, Saleh, Abraão, Ismael, Lot, Isaac, Jacó, José, Jó, Jetro, Aarão, Moisés, Josue, Elias, Eliseo, Daví, Salomão, Jonas, Zacarias, João o Batista, Jesus o Messias e o selo dos profetas, o último dos Mensageiros enviado pôr Deus a humanidade, Muhammad (que a Paz e a Bênção de Deus estejam sobre todos eles), todos os muçulmanos acreditam em todos eles e aceita-os como Mensageiros e Profetas de Deus. Nós devemos acreditar em todos eles e nas suas missões. Eles eram pessoas de grande sabedoria. Diz Allah, o Altíssimo: "Dizei: cremos em Allah, no que nos tem sido revelado, no que foi revelado a Abraão, a Ismael, a Isaac, a Jacob e às (doze) tribos; no que foi concedido a Moisés e a Jesus e no que foi dado aos profetas por seu Senhor; não fazemos distinção alguma entre eles, porque somos, para Ele, muçulmanos." (2: 136).

Fé na predestinação: Crer na predestinação é aceitar com convicção que Deus é o Senhor de tudo e de todos e que Ele colocou tudo no seu devido lugar, criando a felicidade e o sofrimento. O tempo de vida de cada ser humano está nas mãos de Deus.
O homem possui o livre-arbítrio. Ele tem o poder de escolha, porém este poder não sai do círculo permitido por Allah. An Nawawi, assim define este conceito: ''Deus, Altíssimo, predestinou todas as coisas, e sabe, antecipadamente, que os acontecimentos ocorreriam em determinados momentos e de determinadas formas. Tudo acontece de acordo com o que Ele determinou.''

Fé no dia do juízo final : Crer no dia do juízo final é crer que após a morte seremos ressuscitados, e todos os nossos atos serão julgados por aquele que nos criou. A justiça será feita, e quem tiver seguido o caminho revelado por Deus terá o paraíso como morada eterna, enquanto aquele que tiver preferido seguir os seus desejos e caprichos terá o inferno como morada eterna. ''Não criamos os céus e terra e tudo quanto existe entre ambos pôr mero passatempo. E se quiséssemos diversão, tê-la-íamos encontrado entre as coisas próximas de Nós, se fizéssemos tal coisa.'' (Alcorão Sagrado 21:16-17)
E diz ainda:'Pensa, acaso, o homem, que será deixado ao léu? Não foi a sua origem uma gota de esperma ejaculada, que logo se converteu em algo que se agarra, do qual Deus criou, aperfeiçoando-lhe as formas, do qual fez dois sexos, o masculino e o feminino? Porventura, Ele não será capaz de ressuscitar os mortos?'' (Alcorão Sagrado 75: 36:40).
O mensageiro de Deus Muhammad (que a Paz e a Bênção de Deus estejam com ele), disse:
''A todos vos Deus falará, sem a necessidade de um tradutor. Olhareis para a direita e vereis o que fizestes; olhareis para a esquerda e vereis o que fizestes; olhareis para a frente e vereis o inferno. Temei o inferno, nem que seja com o equivalente ao sulco de um caroço de tâmara. Quem não puder, que o faças com boas palavras.'' (Riad Assálihin, pág. 137)

Cadê meu hijab?

Oi gente! Salam Aleikum!


Bem, com a ajuda e apoio recebidos no comentário do post "Não fale sem antes conhecer" fui tentar novamente falar com minha mãe a respeito do hijab (eu moro só com minha mãe e irmão). Tentei chegar nela de uma forma bem casual :"Mãe, se eu te pedir pra comprar uma coisa, a senhora compra?" haha. Pouco estúpido, eu sei, mas eu estava nervosa pra perguntar logo de cara! Ela disse :" Claro minha filha, o que é?" Quando eu disse que era um véu, ela parou o que estava fazendo e ficou olhando pra mim, perguntou pra que eu queria um véu, pra que eu ia cobrir minha cabeça, afinal não sou Judia (rsrsrs da pra notar que ela não entende muito de religião...). Eu disse que realmente não era judia, mas muçulmana, e ela sabia disso, e eu quero muito usar o véu.
Claro ela não gostou nada nada, ficou em choque, ela não queria que a filha dela andasse toda coberta, mostrando só o rosto e as mãos.
Ela disse que se eu usasse o véu todos na escola iriam rir de mim (apesar de eu não ligar nem um pouco para isso.)
Fui tentar explicar pra ela como é que é usar esse tal véu. Entrei na internet e mostrei a ela uns videos e fotos ( que ela não gostou nada).
Argumentei que se eu pedisse pra pintar meu cabelo de azul, isso não seria um problema, mas só porque quero cobrir meu corpo não posso.
Ela disse que eu não era muçulmana, que eu era católica, que esse negócio de muçulmano não é do meu mundo, e eu tinha que ser normal que nem as outras pessoas. E que não queria de jeito nenhum que eu fosse muçulmana. Pedi a ela que me desse pelo menos UMA razão para eu não ser muçulmana e a unica coisa que ela conseguiu dizer, assim como nas outras vezes foi :"Eu quero que você seja normal que nem os outros, não quero que você seja diferente."
Bom, dái foi minha vez de dizer minhas razões de ser muçulmana (não vou listar todas aqui, só algumas rsrs) :" O islam me completa, eu acredito em tudo que o islam diz, no islam eu encontro minha paz interior e o caminho perfeito de vida , não me sentia feliz como cristã, me sinto serva de Deus, e eu sei que por esse caminho vou encontrar o paraíso." Mas claro que isso não foi o suficiente para ela.
Disse a ela que não entendia a sua reação, já que ela não é religiosa, mas se ela fosse uma cristã fervorosa, por exemplo, até que eu poderia entender.
Tentei explicar a ela o que é o islam, mostrei que isso não é nenhum bicho de 7 cabeças, que até ela mesma poderia ser muçulmana, Já que ela alega acreditar em um Deus único.
Mas ela encasquetou que não quer que eu seja muçulmana, por que eu ia virar fanática, e daqui a pouco não ia querer namorar nem casar nem ter filhos!! (rsrs) Expliquei de novo que eu sou MUÇULMANA e não freira, e que faz parte do islam se casar e ter filhos.
Ela disse que isso ia prejudicar meus estudos, que eu ia apenas pensar em rezar e esquecer dos estudos, expliquei que o islam não ia me impedir de estudar, muito pelo contrário, conhecimento é obrigação, e também não vou parar minha vida inteira por causa da religião, pois não é necessário.

Tentei explicar mais coisas, mas ela realmente não gosta de falar sobre esse assunto, ela sempre arranja algo para ela ou eu fazer, o importante é parar essa conversa.
Percebe-se que o islam ainda precisa ser muito desmistificado e a visão que as pessoas têm sobre esse tema ainda é muito mascarado.

Bem, com ou sem o hijab sou muçulmana sim, com muito orgulho. Pratico a religião nos meus atos, pensamentos, fala, orações, coração; busco conhecimento sempre. Enfim sou uma muçulmana praticante mesmo sem vestir o hijab.

Mas em breve, INSHALLAH (Se Deus quiser), irei usar o hijab e vou me completar ainda mais =D Torçam por mim! rsrs

Tecnologia do Blogger.
Blog contents © Ideias de uma Aisha 2010. Blogger Theme by NymFont.